Fundador da Amazon supera Bill Gates e é o mais rico do mundo, diz ‘Forbes’

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, ultrapassou Bill Gates, da Microsoft, e se tornou pela primeira vez o mais rico do mundo, de acordo com a revista “Forbes“. A fortuna de Bezos era estimada em US$ 90,6 bilhões na manhã desta quinta-feira (27), US$ 500 milhões a mais que a fortuna de Gates.

Bezos se tornou, assim, a sétima pessoa a ocupar a posição de mais rica do mundo desde que o ranking de bilionários começou a ser feito, em 1987. A primeira vez que ele apareceu na lista foi em 1998, após a Amazon lançar ações na Bolsa de Nova York. É também o terceiro norte-americano na posição, que já foi ocupada pelo megainvestidor Warren Buffet, além de Gates.

A última vez em que o dono da Microsoft perdeu o posto foi há cerca de um ano, para o espanhol Amancio Ortega, da rede de moda Zara, e por apenas dois dias. Depois, Gates voltou ao posto que ocupa há quatro anos seguidos na lista anual da “Forbes”.

Os rankings de bilionários calculam a fortuna dos empresários com base na participação que eles têm em empresas listadas nas Bolsas de Valores. Como as ações variam diariamente, o mesmo acontece com as fortunas. Por isso, os bambambãs podem mudar de posição no ranking dia a dia.

Bezos ultrapassou Gates porque as ações da Amazon abriram o dia em alta de 1,6%, acrescentando US$ 1,4 bilhão à sua fortuna. Conforme a cotação das ações variar ao longo do dia e nos próximos dias, portanto, o ranking pode mudar e Gates recuperar o posto.

O fundador da Amazon também é dono do jornal “The Washington Post”, que comprou por US$ 250 milhões em 2013.

Gates ainda lidera na lista anual

Na última lista anual divulgada pela “Forbes “, em março, o fundador da Amazon aparece como o terceiro mais rico (US$ 72,8 bilhões). Bill
Gates é o primeiro (US$ 86 bilhões) e Buffet é o segundo (US$ 75,6 bilhões).

Bezos foi quem mais conseguiu aumentar sua fortuna em um ano, com US$ 27,6 bilhões a mais do que no ano passado, quando foi o quinto mais rico. Jorge Paulo Lemann, brasileiro mais bem posicionado, caiu de posição e deixou a lista dos 20 mais ricos do mundo. Ele está na 22ª posição, com US$ 29,2 bilhões. No ano passado, ele tinha ficado na 19ª, com US$ 27,8 bilhões.

O número de bilionários no mundo cresceu 13%, de acordo com a revista, e chegou a 2.043, a primeira vez em que passa de 2.000 pessoas. No ano passado eram 1.810. A renda total subiu 18%, para US$ 7,67 trilhões, o que também é um recorde, afirma a “Forbes”.

Fonte: uol.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário