Fundador da “Mancha Verde” é assassinado com 22 tiros; Câmeras registraram ação, veja

Ele fundou e presidiu a Mancha Verde, principal torcida organizada do Palmeiras, que hoje se chama Mancha Alviverde

Em uma ação criminosa bem organizada, foi assassinado, em São Paulo, um dos fundadores de uma das principais torcidas organizadas do Palmeiras. Moacir Bianchi recebeu 22 tiros depois de cair numa emboscada na madrugada de quinta-feira (2).

Uma câmera de segurança mostra o momento em que o fundador da torcida organizada foi morto. Ele para no semáforo. Na frente dele, tem um carro branco. Atrás, outro com os criminosos. Um homem salta do veículo e começa a atirar. O carro da vítima desce de ré e bate no carro dos criminosos. No alto do vídeo, o homem que fez os disparos sai correndo.

A câmera não flagra, mas o carro da vítima ficou desgovernado e só parou depois que atingiu o portão de uma empresa, no Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo. O vigilante da empresa, que prefere não se identificar, viveu momentos de horror na madrugada de quinta-feira.

Moacir Bianchi foi encontrado dentro do carro que dirigia com 22 perfurações de bala. Ele fundou e presidiu a Mancha Verde, principal torcida organizada do Palmeiras, que hoje se chama Mancha Alviverde.

Depois da morte do fundador, a torcida organizada Mancha Alviverde anunciou que encerra as atividades por tempo indeterminado e diz que a decisão foi tomada em meio a diversos problemas que a torcida organizada vem passando.

O corpo de Moacir Bianchi será velado no Cemitério Parque Jaraguá, em São Paulo. O enterro está previsto para o início da tarde desta sexta-feira (3).


Moacir Bianchi, da Mancha Verde é morto por painelpolitico

“Hoje recebemos a triste notícia que nosso fundador e ex-presidente Moacir Bianchi foi encontrado morto.

Não temos palavras para descrever o que sentimos nesse momento. Uma pessoa que tanto lutou para que a Mancha Verde pudesse se tornar uma grande torcida, e para que a torcida do Palmeiras fosse respeitada. Moacir fez da Mancha Verde a sua vida.

Seu nome está escrito em nossa historia e jamais será apagado. Que Deus possa confortar toda sua família e receba nosso fundador em um bom lugar.

Informamos também que em meio a diversos problemas que a torcida vem passando, e em cima dessa notícia de uma morte que deixou todos nós da torcida completamente abalados, comunicamos a todos os associados que a torcida Mancha Alviverde, após 34 anos de fundação, está encerrando suas atividades por tempo indeterminado.

 Obrigado a todos que até aqui ajudaram a construir o nome da Mancha Verde.”
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta