Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Futebol lembra 100 anos de trégua na 1ª Guerra Mundial

0

Poucos meses após o início da Primeira Guerra Mundial, o espírito natalino resultou em um momento de trégua nos combates na Frente Ocidental, entre alemães e britânicos. Realizado em dezembro de 1914, o breve período de paz entre inimigos completou 100 anos nesta semana e foi celebrado nesta sexta-feira antes da partida entre Chelsea e West Ham, a primeira do Boxing Day, nome dado ao dia da tradicional rodada pós-Natal do Campeonato Inglês.

O evento homenageado no Stamford Bridge não foi oficial. Apesar de uma sugestão do então Papa Bento XV, no início de dezembro de 1914, os países adversários no conflito não admitiram interromper a guerra para uma breve celebração natalina. Nas trincheiras, no entanto, soldados ignoraram seus superiores e aproveitaram o período próximo ao fim do ano para confraternizarem com os rivais.

De acordo com registros históricos, desde a véspera do Natal, tanto alemães quanto britânicos cantaram músicas típicas da estação de dentro dos buracos onde estavam escondidos para atacarem uns aos outros. No amanhecer do dia 25 de dezembro, os alemães teriam saído das trincheiras desarmados para desejar “feliz Natal” aos inimigos. Desconfiados, os soldados do Império Britânico viram que não se tratava de uma armadilha e retribuíram os cumprimentos.

Há relatos de trocas de presentes entre as duas partes, que se uniram para cantar juntas e até jogar bola. A histórica partida de futebol no meio dos campos de batalha é um dos feitos lembrados pelas homenagens realizadas 100 anos depois, que tratam o evento como um símbolo do breve cessar-fogo durante a Primeira Guerra Mundial.

Nos anos posteriores de combate, não houve mais uma pausa como essa entre os adversários. A paz só foi retomada em 1918, quando o conflito internacional foi oficialmente encerrado.homenagemcliverosegetty soldadoslondresingalebenstansallafp

Fonte: Terra

Comentários
Carregando