fbpx
Gestante é presa ao afirmar ser PRF e atirar contra marido

Delegado diz que jovem estava transtornada e teve de ser algemada

Uma jovem de 22 anos, gestante de seis meses, foi presa na noite desse domingo (8), em Campo Grande, após brigar e atirar contra o marido, além de envolver em um acidente e afirmar ser uma agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O delegado Tiago Macedo, plantonista da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga, disse que a suspeita chegou ao local furiosa, sendo inclusive algemada para não prejudicar a própria gestação e os policiais que a encaminharam até a delegacia.

“Ela dizia estar com muita raiva do esposo e vamos aprofundar a investigação para saber a real motivação desse crime. Após os tiros e ela bater no carro do marido, a arma foi entregue para um terceiro e ela fugiu em uma veículo Uber, acompanhada de outro homem, que também foi preso. Com as diligências, também vamos apontar porque o marido possuía esta arma e outras que testemunhas disseram que ele possui”, comentou o delegado.

O fato ocorreu por volta das 21h30, na rua Vitor Meireles, bairro Universitário. Conforme a polícia, ocorria uma festa, com cerca de 50 pessoas, em um espaço que funciona um depósito de gás e conveniência, pertencente a suspeita e o marido. Um homem foi apontado por testemunhas como o pivô da briga e está foragido, assim como o esposo da jovem. “Ela falou que eles possuem a conveniência há um ano e estava transtornada. No entanto, não relatou detalhes da briga que começou neste aniversário. Ambos possuíam veículos e a suspeita rondou o local antes dos tiros”, explicou Macedo.

Ao todo, o Batalhão de Choque (BPChoque) levou cinco testemunhas que presenciaram os tiros. “Lá na delegacia também nos chegou a informação de que ela afirmava ser PRF, porém nenhuma das pessoas que prestaram depoimento não nos falou sobre isso. Foi estipulada uma fiança de cinco salários mínimos para a mulher e as investigações continuam. Ela responde por disparo de arma e o outro homem preso por ocultar o revólver”, comentou o delegado.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta