Gilmar Mendes foi padrinho em casamento de filha do empresário Jacob Barata, preso pela PF

A Polícia Federal prendeu na noite de domingo (2) Jacob Barata Filho, um dos maiores empresários do ramo de ônibus do Rio de Janeiro. Ele foi preso no Aeroporto Internacional Tom Jobim pela força-tarefa da Lava Jato ao tentar embarcar para Lisboa, Portugal.

O empresário já estava na área de embarque e foi levado para a Superintendência da PF, na Zona Portuária do Rio, após passar pelo Instituto Médico Legal (IML) na madrugada desta segunda-feira (3).

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, com base em investigações do Ministério Público Federal e da Polícia Federal. A força-tarefa encontrou indícios de que o empresário pagou milhões de reais em propina para políticos do Rio.

A PF estava monitorando o empresário e antecipou a prisão, que aconteceria nos próximos dias. Ela foi informada que Jacob embarcaria para Portugal com passagem só de ida.

Em nota, a assessoria de imprensa de Jacob Barata Filho nega que ele estivesse fugindo. Segundo o texto, o empresário “estava realizando viagem de rotina a Portugal, onde possui negócios há décadas e para onde faz viagens mensais”. A assessoria de Barata Filho diz que irá se pronunciar assim sobre a prisão assim que tiver acesso aos autos do processo.

Em 2013, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, foi padrinho de casamento da filha de Jacob Barata, Beatriz Barata e Francisco Feitosa Filho, cujo pai é o dono da maior empresa do ramo de transportes no Ceará.

A festa foi palco de manifestações e quem contou os detalhes foi a colunista Hildegard Angel, em seu blog.

Na manhã desta segunda-feira, a Polícia Federal cumpriu 8 mandados de prisão no Rio de Janeiro, de pessoas ligadas ao setor de transporte.

News Reporter
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta