fbpx
Governo não considera mudar política de preços da Petrobras

Apenas em maio já haviam sido feitos 10 reajustes no diesel e 12 na gasolina

O governo nunca considerou mudar a política da Petrobras de reajuste de preços dos combustíveis, afirmou hoje (22) o presidente da Petrobras, Pedro Parente, ao sair de reunião com os ministros da Fazenda, Eduardo Guardia, e de Minas Energia, Moreira Franco, hoje (22), em Brasília, no Ministério da Fazenda.

“Fui convidado para a reunião. Na abertura da reunião, foi logo esclarecido que de maneira nenhuma o objetivo seria o governo pedir qualquer mudança na política de preços da Petrobras”, disse, esclarecendo que os reajustes estão relacionados aos preços internacionais e ao câmbio.

Nesta terça (22), a Petrobras anunciou uma leve redução nos preços da gasolina (- 2,08%) e do diesel (- 1,54%) nas refinarias. Com a medida, o valor da gasolina cairá de R$ 2,0867 o litro para R$ 2,0433. Já o diesel passará de R$ 2,3716 para R$ 2,3351.

Ainda não é possível saber qual será o impacto para o consumidor.

Apenas em maio já haviam sido feitos 10 reajustes no diesel e 12 na gasolina.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta