Governo sanciona emenda de Léo Moraes que mantém médicos legistas e  datiloscopistas na Polícia Civil

O governo do Estado acatou a emenda aditiva de autoria do deputado Léo Moraes (PTB) ao projeto de lei complementar nº 023/2015, do [su_frame align=”right”] [/su_frame]Poder Executivo, que dispõe sobre a criação da Superintendência da Polícia Técnico-Científica (Politec), antes, Departamento de Polícia Técnica da Polícia Civil (DPT). A emenda aditiva do parlamentar, sancionada pelo governador Confúcio Moura (PMDB) nesta semana, garante a permanência dos médicos legistas, datiloscopistas e todo o corpo do Instituto Médico Legal (IML) na Polícia Civil. Segundo Léo Moraes, inicialmente o projeto do Executivo não previa a inserção desses profissionais. Já os técnicos em laboratórios e agentes de criminalística passam a fazer parte da Politec, conforme prevê o projeto do governo do Estado.

A Politec será composta pela Superintendência Geral de Polícia Técnico- Científica, Adjunta, Instituto de Criminalística, Laboratorial Criminal, de DNA Criminal, Central de Custódia de Vestígios, Coordenadorias Regionais de Criminalística, Gerência de Administração e Finanças e Corregedoria de Polícia Técnico Científica. “Essa é mais uma conquista onde o nosso objetivo, desde o princípio, foi de ajudar a todos e contribuir para que o aperfeiçoamento da polícia seja contínuo”, comemorou o deputado.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta