Governo Temer tem pressa para separar contas de campanha

Intuito seria proteger o presidente de uma possível cassação.

Após os mandados de busca realizados pela Polícia Federal (PF), nesta terça-feira (27), interlocutores do governo se disseram surpresos com as irregularidades encontradas nas empresas contratadas na campanha da chapa Dilma-Temer. O n governo agora apressa-se para separar as contas da ex-presidente Dilma Rousseff das do presidente Michel Temer. As informações foram publicadas no blog do Camarotti, no G1.

Segundo fontes do jornalista, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estaria priorizando esse tema. O ministro Herman Benjamin apresentará o seu parecer até o início do ano que vem.

Integrantes do governo reconhecem que haja irregularidades nos gastos da campanha de 2014 e consideram mais seguro separar as contas, para evitar que o presidente seja cassado.

Fonte: noticiasaominuto

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta