Grávida, mulher revida cantada com um tapa e é morta à tiros

Ainda de acordo com boletim de ocorrência, confusão teria começado em bar. Suspeito buscou arma e foi até a casa da vítima, onde fez os disparos

Uma jovem de 20 anos foi morta com pelo menos 5 tiros, segundo boletim de ocorrência, após revidar uma cantada com um tapa. O caso aconteceu em Rio Brilhante, no sul de Mato Grosso do Sul, na noite de sexta-feira (18).

De acordo com o registro policial, a vítima tinha ido a um bar com o namorado quando um homem de 41 anos deu em cima dela. Insatisfeita, a mulher revidou com um tapa no rosto do suspeito. Ele prometeu buscar uma arma e voltar.

Tatiane Dias da Silva, de 20 anos estaria grávida de um mês, segundo a amiga e vizinha Bianca Gonçalves Nunes.

A jovem estava bebendo com amigos e o namorado na varanda da residência. Quando a bebida acabou, o casal foi buscar mais no bar que fica bem em frente a casa. O dono do estabelecimento, Jorge Luiz Lopes, relatou como tudo aconteceu. “O autor esteve lá e mexeu com ela, inclusive acho que passou a mão nela. Foi onde ela efetuou um tapa cara dele.”

O homem retornou e foi até a casa da jovem – que fica em frente ao bar e efetuou vários disparos contra a jovem. A vítima morreu no local. O suspeito já foi identificado. O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta