Gurgacz “alinha” com Confúcio e juntos devem fritar Maurão e Raupp

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO), candidatíssimo ao governo de Rondônia em 2018 fez um discurso revelador na tribuna do Senado no último dia 7. Tentou culpar o ex-governador Ivo Cassol (agora senador) pelos problemas de saneamento de Porto Velho, que quem acompanha o cotidiano político sabe bem que as lambanças foram cometidas na atual administração, mas fez mais, defendeu o governo, usando termos fortes como “competência”, “honestidade”, “equilíbrio”, entre outros. O discurso de Gurgacz você confere no fim da matéria.

Mas, mais que a simples defesa de Confúcio, Acir deixou claro que está alinhado com o governo e que já revelou o desenho para 2018, vai ser candidato ao governo tendo Confúcio como seu candidato ao Senado.

Na última terça-feira, 20, um dos principais articuladores políticos do PMDB em Rondônia, José Luiz Lenzi passou a convocar membros da executiva do partido para uma reunião, à convite de Confúcio. Como a probabilidade dele conseguir tomar o partido de Valdir Raupp é praticamente nula, ele deve migrar para outra legenda, possivelmente o PDT e com isso frita dois candidatos, Raupp e Maurão, que acredita na possibilidade de ter apoio de Confúcio e da máquina governista.

Confúcio, claro, nega veementemente a possibilidade de ser candidato ao Senado, já que assumiu compromisso com Raupp, mas ele não pode ficar sem mandato, dada a sua condição jurídica (condenação por improbidade e inquérito no STJ na operação Platéias). Corre o risco de, se ficar sem mandato, amargar uma sentença de prisão.

Por enquanto o cenário é esse, e dificilmente deverá mudar. À conferir. Abaixo, a íntegra do discurso de Gurgacz, nem precisa “ler nas entrelinhas’.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Por favor, dê um like em nossa página no Facebook
Placeholder
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília

Associado da Liga de Defesa da Internet