Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Hermínio Coelho anuncia CPI para apurar irregularidades no DER

0
A constituição de uma CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar irregularidades administrativas e operacionais no DER – Departamento de Estradas de Rodagem, foi proposta na sessão plenária desta terça-feira  (03 de março) na Assembleia Legislativa, durante pronunciamento do deputado estadual Hermínio Coelho (PSD). De acordo com o parlamentar a “roubalheira” é generalizada no DER, e neste sentido se faz necessário inclusive que seja efetivado um levantamento de todos os recursos financeiros aplicados naquela autarquia, desde o ano de 2011.

Hermínio Coelho iniciou seu pronunciamento, destacando o descaso do Governo Estadual, para com os encaminhamentos feitos pelos deputados. Citou ele, o caso do então deputado Marcos Donadon, que após ter apresentado requerimento solicitando informações técnicas do DER, acabou sendo preso e as informações solicitadas jamais foram enviadas.

Posteriormente, o deputado Hermínio Coelho destacou a importância do requerimento apresentado na atual legislatura, pela deputada Glaucione Rodrigues (PSDC), solicitando detalhamento da aplicação de recursos de empréstimos e financiamentos, gerenciados pelo DER.

Ainda de acordo com o deputado, estas informações são de extrema importância, pois são recursos públicos, que ultrapassam R$ 1 bilhão. Além disso, prosseguiu, “se tem conhecimento que a bagunça administrativa é gritante no DER, inclusive com o sumiço constante de maquinários, e da situação preocupante da falta de recursos para inclusive garantir a recuperação e manutenção das estradas”.

Da tribuna, Hermínio Coelho voltou a destacar que a roubalheira é generalizada no DER, e desta forma justifica-se a constituição de uma CPI, para apurar inclusive os desmandos da organização criminosa instalada naquela autarquia, para desviar recursos destinados a construção da obra do Espaço Alternativo em Porto Velho.

Ao concluir salientou o deputado: “O engenheiro Lúcio Mosquini apesar de ter sido preso, continua mandando e desmando no DER, inclusive foi quem indicou o atual diretor geral daquele órgão. Achei estranho o coronel bombeiro ter aceitado o cargo, e até acredito que ele tenha entrado num rabo de foguete. Importante uma CPI para apurar como e onde este dinheiro foi aplicado. Espero contar com o apoio de pelo menos sete deputados, para que se descubra esta caixa preta do DER”.

Comentários
Carregando