Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Hermínio volta a criticar troca de voto por benefício

0

Durante visitas a diversos municípios do Cone Sul, para acompanhar obras e verificar a aplicação de recursos do orçamento da Assembleia Legislativa  – não de emendas parlamentares – que são feitos por intermédio de convênios com prefeituras e entidades organizativas, o presidente do legislativo estadual, deputado Hermínio Coelho aproveitou as oportunidades durante as reuniões para alertar as pessoas sobre a necessidade de muita reflexão diante do processo eleitoral que se aproxima, a fim de se buscar a melhoria da qualidade da representação política estadual.

Durante as dezenas de reuniões e entrevistas das quais participou, Hermínio Coelho encarnou uma espécie de anticandidato. Coerente com as pesadas críticas já incorporadas ao ser perfil contra a compra e a troca de votos por favores, chocou quem esperava um comportamento de político tradicional, ao deixar claro, por onde passou, que não queria nem estava atrás de votos como moeda de troca ou forma de agradecimento pelos benefícios que tem sido viabilizados por intermédio de recursos da Assembleia Legislativa.

“Não quero um voto pelo que estamos viabilizando para vocês. Estamos fazendo unicamente o nosso dever. O voto tem que ser merecido pelo conjunto da obra do político, isto é, pelo trabalho, não em troca de um benefício feito com dinheiro público, que não é mais que a obrigação do político”, disse, repetidas vezes em Chupinguaia, em Cerejeiras, Pimenteiras, Colorado e Vilhena, onde participou de atos de lançamento e de entrega de obras, bens e serviços. “Nossa prioridade são sempre os mais necessitados”, enfatizou por diversas vezes.

ECONOMIA

O deputado inovou à frente da gestão do legislativo estadual, ao apertar o cinto e cortar despesas consideradas supérfluas ou excessivas, permitindo dessa forma que prefeituras e associações tenham acesso a recursos que seriam do orçamento da ALE. Entre as despesas, Hermínio Coelho rompeu um contrato no valor de quase R$ 200 mil mensais com uma empresa de táxi aéreo, cortou à metade o valor das diárias, reduziu o número de viagens de assessores, diminuiu o número de comissionados, enfim, adotou uma série de medidas.

Funciona assim: identificada a necessidade de acordo com o prefeito, ou lideranças de entidades organizadas, a Assembleia aprova uma lei que autoriza o governo a retirar o orçamento de seu orçamento e a repassar diretamente à prefeitura ou associação, mediante convênio com o órgão afim, ou seja, projetos que visam atender entidades rurais, firmam convênio por meio da Secretaria da Agricultura; na área da saúde, com a secretaria da Saúde, na educação da mesma forma e assim respectivamente.

Segundo Hermínio Coelho, essa inovação já permitiu uma economia de cerca de R$ 30 milhões e só não foi maior, porque a legislativo está construindo sua nova sede, um prédio de 16 andares, orçado em cerca de R$ 50 milhões. Para ajudar na área da saúde de uma forma em geral, por exemplo, foram compradas 56 ambulâncias, para atender todos os municípios. 30 já foram entregues e o restante as prefeituras receberão nos próximos dias.

CONE SUL

Na quarta-feira, Hermínio esteve em Chupinguaia, onde a prefeitura recebeu um ônibus para o transporte de acadêmicos que estudam em Vilhena e são obrigados a viajar 300km todos os dias, num trajeto de 150 km de ida e mais 150 de volta. Na quinta, passou por Cerejeiras, Pimenteiras e Colorado do oeste. Em Cerejeiras, o prefeito Ailton Gomes externou todo seu agradecimento pela importante ajuda. Num momento em que sofria com a falta de medicação, bombardeado por ordens judiciais que determinavam a compra de remédios de alto custo para doentes crônicos, foi contemplado com R$ 250 mil para a reposição do estoque de medicação da rede básica. Ainda em Cerejeiras, foram viabilizados R$ 25 mil para a compra de um moderno aparelho para a realização de hemograma.

Ainda em Cerejeiras, o presidente da ALE, que tem uma identificação muito grande com o homem do campo, de onde vem sua origem humilde, visitou a sede da Associação dos produtores do Alto da Serra, entidade que reúne pequenos produtores de leite, basicamente,  atendida, a pedido do vereador Saulo Siqueira, com roçadeira e ensiladeira agrícola, que serão utilizadas no aumento da produção de milho e de ração para o gado leiteiro.

De Cerejeiras, já no início da noite de quinta-feira (19), passou por Colorado, onde se reuniu com no salão paroquial da Igreja Matriz, a convite dos padres William e Jean, para reunião na qual foi tratou-se da liberação dos recursos de um dos convênios mais importantes com o município: da reforma e iluminação da Praça da Matriz, no valor de R$ 350 mil. O prefeito Josemar Beato e o ex-prefeito Anedino Pereira, que desincompatibilizou-se para concorrer nas próximas eleições, aproveitaram para agradecer pela liberação de outros R$ 250 mil do orçamento do legislativo, para a compra de um aparelho de raio-X digital, já adquirido pela prefeitura.

Comentários
Carregando