fbpx
Homem de 72 anos é preso por estupro de duas crianças e uma adolescente, em Porto Velho (RO)

O fato aconteceu no Bairro Três Marias, Zona Leste de Porto Velho.

Um idoso de 72 anos de idade, A.L.O., foi detido por populares e preso no final da manhã desta terça-feira (21), após ser denunciado por estupro de duas crianças de 5 e 4 anos de idade, além de uma adolescente de 16 anos. O fato aconteceu no Bairro Três Marias, Zona Leste de Porto Velho.

O estupro foi descoberto após a mãe da menina de 5 anos perceber que a criança já por algumas vezes reclamava de dores na genitália todas as vezes que ia tomar banho. Persistentemente, a mãe da vítima questionava a menina, que acabou contando que o avô da colega, a vítima de 4 anos, tocava suas genitálias enquanto assistiam televisão ou estavam deitadas na rede.

A menina de 5 anos afirmou que o fato aconteceu cinco vezes. A criança de 4 anos, neta da mulher do acusado, confirmou dizendo que o “vovô era malvado” e tocava em sua genitália. A irmã mais velha da vítima de 4 anos, a adolescente de 16 anos, contou que foram morar na casa da avó aos 10 anos, e que desde então até os 13 anos, era obrigada a ter relações sexuais com o homem, sob ameaça de violência contra os irmãos mais novos. A violência voltou a acontecer quando o genitor das vítimas foi internado e tiveram que voltar a morar com a avó.

Na casa do acusado uma espingarda calibre 20 com um cartucho intacto foi encontrada e apreendida para a Central de Flagrantes, para onde o homem foi conduzido para as providências cabíveis. As vítimas foram encaminhadas para o exame de corpo delito no Instituto Médico Legal. O acusado deve responder por porte ilegal de arma e estupro a criança.

O homem negou os crimes e disse que fez sexo consensual com a adolescente de 16.

Fonte: rondoniagora

 

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta