Homem é preso por dar veneno a duas pessoas dizendo ser cachaça no Ceará

In Polícia
Homem é preso por dar veneno a duas pessoas dizendo ser cachaça no Ceará
Espalhe essa informação

Uma das pessoas morreu e a outra segue internada no hospital.

Um homem foi preso na última segunda-feira (17) suspeito de envenenar duas pessoas em um bar, no município de Barbalha, Região do Cariri do Ceará. De acordo com a polícia, uma das vítimas veio a óbito e a outra segue internada em um hospital.

O rapaz de 38 anos, conhecido como “João Batista”, que responde por receptação, foi preso e autuado em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio qualificado por emprego de veneno. De acordo com o delegado Juliano Marcula, titular da Delegacia Municipal de Barbalha, as apurações indicam que o homem fez uma “brincadeira de mau gosto”, ao enganar os homens dando veneno no lugar de cachaça. Ele deu segundo a polícia uma substância utilizada no controle de larvas em plantações, tipo agrotóxico. O fato ocorreu no bar do irmão de uma das vítimas, no último domingo (16).

Vítimas para o hospital

A polícia afirmou que ambas as vítimas foram socorridas para uma unidade de saúde local. Mas um deles, identificado por João Batista Martins da Silva de 56 anos, o “Batista”, não resistiu e veio a óbito. A outra vítima, de 41 anos, foi transferida para o Hospital Regional de Juazeiro do Norte, onde permanece internada.

O suspeito também foi conduzido para o hospital, após alegar ter tomado o tóxico. Mas, de acordo com o delegado Juliano Marcula, titular da Delegacia Municipal de Barbalha, a intenção dele era de despistar os policiais, que logo foram acionados para a ocorrência. Ainda segundo o delegado, o suspeito ficou internado sob escolta policial até o meio dia dessa segunda (18) e, após ser constatado que ele não ingeriu o veneno, o mesmo recebeu alta e foi encaminhado para a delegacia local, onde foi ouvido e autuado em flagrante.,

Os agentes de segurança chegaram à autoria do crime após a Polícia Militar ser acionada para o caso. Durante os levantamentos realizados no imóvel, testemunhas denunciaram o preso como responsável pelo delito e depois o reconheceram.

O preso também era cliente do estabelecimento e encontrou o tóxico em um cômodo usado para guardar ferramentas e outros utensílios, ainda no local. O restante da substância foi apreendido pela polícia. As investigações sobre o caso continuam.

Fonte: g1/ce

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

Coluna – Deputados “pró-Maurão” falam abertamente em traição contra o presidente da ALE

Espalhe essa informação Eles querem que Confúcio “feche logo com Acir” para “baixar a bola” do presidente; e ainda,

Read More...

MPT afirma que Greve Geral de sexta-feira é legitima e justa contra Reforma Trabalhista

Espalhe essa informação O MPT ainda reforça sua posição institucional contra as medidas de retirada e enfraquecimento de direitos

Read More...
Senadores articulam “meio-termo” para extinção de foro privilegiado

Senado aprova projeto que altera a Lei de Abuso de Autoridade; veja íntegra do texto

Espalhe essa informação O substitutivo, que tinha sido aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) pela manhã,

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu