Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Homem mata mulher e dois bebês para não assumir paternidade

0
O empresário Matusalém Ferreira Júnior, de 48 anos, confessou o envolvimento na morte de uma jovem de 22 anos e de dois bebês, que são filhos dela.

Os dois bebês foram enterrados nesta quarta-feira. Os gêmeos Ana Flávia e Lucas, de apenas um mês e meio, foram encontrados mortos em Buritizal, no interior de São Paulo. Eles eram de Uberaba, Minas Gerais. A mãe das crianças também foi assassinada. “Enterrei uma filha, agora enterro dois netos”, declarou Hugo Gianvechio, avô dos gêmeos.

Matusalém é suspeito de planejar a morte de Izabella Gianvechio, de 22 anos, e dos dois bebes. Segundo a polícia, ele estava sendo pressionado para reconhecer a paternidade dos gêmeos. “Teve um relacionamento com ela e possivelmente podia ser o pai. Não descartou essa hipótese não”, disse Carla Bueno, delegada.

Antes de desaparecer com as crianças, Izabella contou a uma amiga que recebeu um telefonema de Matusalém, marcando um encontro: “Eu atendi, era ele: Vou marcar um horário certinho, leva os meninos que eu quero ver os meninos, eu trouxe até uma foto dos meus filhos pra comparar certinho, a gente resolver isso certinho, já. Então três e meia eu te pego”, disse Izabella na ligação.

A câmera de segurança de uma empresa flagrou o momento em que o carro do empresário, onde já estavam Izabella e os dois bebês, parou próximo a calçada. Um homem que aguardava no local, entrou no veículo, que arrancou em seguida.

Izabella foi encontrada morta, com um tiro na cabeça, em uma estrada na região de Aramina, São Paulo, a 45 quilômetros de Uberaba. O corpo só foi identificado no sábado, dois dias depois do crime. Desde então, a polícia intensificou as buscas aos bebês, na expectativa de encontrá-los com vida.

Ontem, a polícia localizou os corpos das crianças em um matagal, perto do local onde a mãe foi encontrada. O próprio empresário que levou os investigadores até lá.

O carro de Matusalém foi encontrado queimado. O homem filmado entrando no veículo, já foi identificado: é Antônio Moreira Pires, de 37 anos que está foragido.

Matusalém deixou a delegacia escoltado, depois de quase três horas prestando depoimento. Amigos e parentes das vítimas que acompanharam a movimentação pediram justiça.

A justiça expediu um mandado de prisão temporária para Matusalém Ferreira Júnior, que está em um presídio de Uberaba. O empresário e o outro suspeito, que continua foragido, vão ser indiciados por sequestro, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Jornal Hoje

Comentários
Carregando