fbpx
Homem mata noiva após descobrir traição pelo WhatsApp

Crime ocorreu em Praia Grande, no litoral de São Paulo

Um homem matou a própria noiva a facadas em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na última quinta-feira (26). Ele disse à polícia que cometeu o crime após descobrir, por meio de um aplicativo de mensagens, que ela o estava traindo. Em vídeo, ele confessa o crime e se desespera ao saber que ela está morta.

A vítima, Maria Lucimara de Jesus Santos, tinha 44 anos. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Samambaia, mas não resistiu aos ferimentos.

Gilberto Machado, de 35 anos, se entregou à Polícia Militar logo após o crime. Em um vídeo, ele diz que não tem antecedentes criminais e admite às autoridades que matou a noiva após pegar o celular dela e ver mensagens no WhatsApp, que indicavam que Lucimara estaria comprometida com outra pessoa ao mesmo tempo.

Durante a conversa com Gilberto, os agentes revelam a ele que sua noiva faleceu na UPA. Nesse momento, ele se desespera e passa a chorar. “Ela morreu? Não acredito que fiz essa desgraça. Estou muito arrependido. Não poderia ter desgraçado a minha vida por tão pouco”, disse.

A faca usada no crime e o celular da vítima foram apreendidos. Gilberto foi detido e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande. Ele responderá por flagrante de feminicídio. O caso é investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta