fbpx
Homem pede indenização após ser preso injustamente por estupro

A vítima pede R$ 100 mil em indenizações por todo constrangimento sofrido nesse tempo de cárcere

Após ficar preso por 37 dias, um homem, acusado de ter estuprado uma mulher na biblioteca da Universidade da Grande Dourados (UFGD), no Mato Grosso do Sul, entrou com uma ação por danos morais contra a mulher que fez a falsa acusação.

“Tive várias ameaças de morte por outros presos. Sofri retaliação, a minha família também. Está sendo muito difícil até para arrumar serviço”, disse o homem, que preferiu não se identificar.

Segundo informações do G1, a vítima pede R$ 100 mil em indenizações por todo constrangimento sofrido nesse tempo de cárcere.

Na audiência de conciliação entre as partes, nesta quarta-feira (8), no Fórum de Dourados, não houve acordo.

Após inquérito policial, a mulher admitiu que, na verdade, teria tido relações sexuais naquele dia com outro homem que seria casado, e por isso teria decidido mentir.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta