Homens são presos vendendo celulares de gesso

Segundo PRF, dupla oferecia aparelhos por R$ 150 e entregava os falsos

A Polícia Rodoviária Federal prendeu dois homens de 33 anos suspeitos de aplicar golpes vendendo celulares de gesso no lugar dos verdadeiros em Porangatu, no norte de Goiás. Eles atraiam os clientes oferecendo aparelhos por R$ 150. Um dos investigados estava com documento falso e já tinha um mandado de prisão por estelionato.

A dupla estava na BR-153 na noite de domingo (8) quando foram abordados. O motorista não obedeceu à ordem para parar e tentou fugir, mas a polícia conseguiu pará-lo alguns quilômetros depois. dentro do veículo, um VW Fox, estavam várias caixas de celulares. Ao abri-las, a PRF encontrou as réplicas feitas de gesso, alguns celulares verdadeiros e um saco de gesso.

“Eles chamavam os clientes perguntando se queriam comprar um celular barato, mostrava o aparelho original, viravam e trocavam pela réplica de gesso. Eles falavam para as vítimas não abrirem o celular na hora, porque ele era barato e depois fugiam”, disse o inspetor Fabrício Rosa.

Segundo a corporação, o passageiro do carro apresentou um documento falso para tentar enganar os policiais. Porém, ao conseguir o nome verdadeiro, descobriram que ele era procurado pela polícia por estelionato. Ele foi preso por estelionato e uso de documento falso. Já o motorista vai responder apenas por estelionato. Os dois foram levados para a delegacia de Porangatu.

News Reporter
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta