Idosa chinesa acorda de coma falando inglês fluente

Uma idosa chinesa de 94 anos causou surpresa nos médicos e na família após acordar de um coma de duas semanas falando somente em inglês, tendo esquecido sua língua nativa.
Liu Jieyu estava inconsciente depois de sofrer um tipo de acidente vascular cerebral chamado de infarto cerebral. Quando acordou, teria perguntado em inglês fluente “Onde eu estou? O que está acontecendo?”. Os médicos ficaram ainda mais confusos quando perceberam que Jieyu, que é professora aposentada de inglês há mais de 30 anos, havia perdido sua capacidade de falar chinês completamente.

“Eu não me lembro de atender um caso assim antes. Mas acreditamos que, aos poucos, ela recupere sua capacidade de falar em sua língua nativa. Supomos que a área cerebral responsável por essa habilidade foi danificada, mas as células podem se reparar; esperamos ver, pelo menos, alguma melhora”, explicou o médico Tao Hou, responsável pelo caso.

Apesar da idosa ter causado comoção internacional, outros casos parecidos já aconteceram, como um australiano chamado Bem McMahon, que acordou falando em mandarim depois de sofrer um acidente de carro, e uma menina de 13 anos da Croácia que começou a falar em alemão. O problema, aliás, já recebeu estudos recentes e foi chamado de “síndrome do sotaque estrangeiro”.

Terra

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta