Inspetor investigará ações do FBI na campanha eleitoral dos EUA

Decisões do diretor do FBI sobre investigação contra Hillary Clinton passarão por análise do Departamento de Justiça.

O inspetor-geral do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, Michael Horowitz, anunciou nesta quinta-feira que abrirá uma investigação sobre as ações do FBI e do próprio departamento durante a campanha eleitoral de 2016.

Um dos focos da auditoria será analisar a decisão de James Comey, diretor do FBI, de reabrir a investigação sobre o uso de um servidor de e-mail privado por Hillary Clinton onze dias antes do pleito. O time de campanha da democrata culpa o anúncio do FBI na época como uma das principais razões para sua derrota.

Segundo Horowitz, a decisão de abrir uma investigação sobre o comportamento do FBI foi baseada em “numerosos” pedidos do público e de membro do Congresso. A Casa Branca informou à rede CNN que não está envolvida no assunto. “Decisões feitas por inspetores-gerais sobre a administração são independentes”, disse o Secretário de Imprensa Josh Earnest.

A análise de Horowitz vai revisar a conferência de imprensa realizada por Comey em julho de 2016, quando informou que não recomendaria acusação criminal contra Clinton. Uma carta enviada ao Congresso em 28 de outubro, informando que havia mais e-mails de Hillary para checar, também será sujeita à investigação.

Fonte: veja.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta