Instagram provocou maior revolução fitness dos últimos tempos

Com o Instagram, é mais fácil aderir à moda do estilo de vida saudável

Assim que se entra no Instagram, não há como não ser bombardeado com imagens de pós-treino, academia ou com refeições que têm tanto de saudáveis como de hipnotizantes. Primeiro, é comum estranhar-se toda esta tendência fit, mas a verdade é que esta moda se entranha com muita facilidade da vida das pessoas.

Quem o diz é Carl Daikeler, CEO da empresa Beach Body. Para o empresário, que falou ao Business Insider, o Instagram é uma espécie de lembrete constante de que precisamos ser mais saudáveis e que tal é possível imitando o que os outros fazem. Sim, é tão simples quanto isso.

Com a rede social e com a imensidade de publicações relacionadas com a alimentação e exercício físico, é quase impossível ignorar a necessidade de ser uma pessoa mais saudável. Além disso, esta rede social, por destacar a fotografia, faz com que o sentimento de culpa e a necessidade de mudança sejam quase imediatos.

Vejamos o exemplo das imagens do ‘antes e depois’ de um estilo de vida saudável. Além de mostrarem que a combinação da atividade física com a boa alimentação é altamente eficaz, estas imagens servem ainda como um ‘cair da ficha’ e uma conscientização de que qualquer pessoa é capaz de conseguir perder peso e ter um corpo mais esbelto e, acima de tudo, saudável.

Mas o Instagram não é apenas um lembrete visual. Esta rede social – na carona de perfis personalizados e das hashtags – cria ainda um sentido de comunidade muito forte em que a máxima se resume, por exemplo, ao #estamosjuntos. E ou se está no mesmo barco, ou não se está. Tão simples quanto isso.

News Reporter
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta