Adolescentes de 12 e 14 anos foram vítimas de abuso sexual praticado por um instrutor de vôlei, 48 anos, que foi flagrado pela própria filha, nessa segunda-feira (11). O suspeito foi preso e, na delegacia, alegou que o ato fazia parte do treino. As aulas aconteciam dentro da Escola Estadual Senador Severiano Nunes, no bairro Alvorada, em Manaus.

“Ele alegou, segundo as vítimas, que isso faria parte do treinamento para que elas criassem corpo, segundo elas. Era o que ele falava para elas, para que elas conseguissem pegar mais bolas e tivessem um desempenho melhor no esporte”, informou a delegada, ao G1, Juliana Tuma, da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca).

Em depoimento, o homem, que não teve a identidade revelada, disse que não é funcionário da unidade de ensino e que ministrava aulas do esporte após o horário escolar. Uma das vítimas, a de 12 anos, contou à polícia que ele a levou para um depósito sem energia para tirar as medidas corporais da aluna.

“No local, ele pediu para a vítima tirar a roupa e, em seguida, cometeu ato libidinoso. De acordo com o BO, a filha do infrator, uma jovem de 22, entrou no depósito e flagrou o pai cometendo o crime. Após a formalização da ocorrência na Depca, a vítima realizou o exame de corpo de delito que confirmou a conjunção carnal”, comunicou a polícia.

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC) informou que o local estava cedido a uma igreja e que o homem não tem ligação com a secretaria. O suspeito foi autuado por estupro de vulnerável. Ele permanece preso e será encaminhado para Audiência de Custódia com juiz do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Fonte: noticiasaominuto

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário