Investigação de convênio com associação Marcos Donadon completa 12 anos no Tribunal de Contas

O Tribunal de Contas de Rondônia investiga por meio de auditorias há 12 anos dois convênios firmados entre o Governo e a Fundação Marcos Donadon repassando R$ 520 mil para a entidade assistencialista. A tomada de contas foi aberta após pedido do Ministério Público dadas as fortes suspeitas de uso dos recursos públicos para financiar campanhas eleitorais dos irmãos Donadon em Vilhena. O último andamento do processo foi publicado no dia 29 deste mês, quando o conselheiro Edilson Souza Silva pediu abstenção de julgar o feito alegando motivos de foro íntimo. O pedido foi prontamente acatado pelo conselheiro Wilber Coimbra. Agora o processo, que já dura 12 anos, aguarda o despacho de um novo conselheiro para garantir o desfecho da auditoria e encaminhamento das conclusões ao MP. Em 2001, o Estado de Rondônia através do ex-secretário de Planejamento, Arnaldo Bianco, firmou dois convênios com a Associação Marcos Donadon liberando R$ 520 mil. A entidade, tida sem fins lucrativos, atende pessoas carentes na área de saúde básica. Além das fortes suspeitas dos desvios dos recursos públicos, o Ministério Público também investigou se a “ajuda “ governamental não era utilizada para manter a base de apoio do ex-governador José Bianco (DEM) na Assembleia Legislativa. O hoje presidiário Marcos Donadon era deputado estadual naquele ano e apoiava firmemente as ações de Bianco no Governo.

Fonte: RONDONIAGORA

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta