fbpx
Investigado da Lava-Jato pagou taxa judicial na Vara de Sérgio Moro com cheque sem fundo

O fato de a Lava-Jato ter colocado atrás das grades importantes empresários e políticos brasileiros parece não ter amedrontado todo mundo.

Entre os desassombrados está Clerio Costa Sant’Anna, citado nas investigações que apuram a ocultação de bens e lavagem de dinheiro no caso do tríplex e das empresas Mossak Fonseca, Paulista Plus e da offshore Murray.
[su_frame align=”right”] [/su_frame]Para efetivar um depósito judicial de 5 000 reais à 13ª Vara Federal de Curitiba, do juiz Sergio Moro, Sant’Anna enviou um cheque sem fundo.
A informação foi repassada pela Caixa Econômica à 13ª Vara no início da semana.
O banco ainda enviou cópia do cheque para que sejam tomadas as “devidas providências”.
As informações são da coluna Radar, da revista Veja
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta