Jaqueline apresenta solução para limpar os pátios do Detran
Eleições 2014 Eleições 2014A candidata ao governo de Rondônia, Jaqueline Cassol (PR), iniciou a semana na região de Ji-Paraná e municípios vizinhos, onde visitou o comércio, empresas, indústrias e realizou reuniões com moradores e comício a noite.

Em Ji-Paraná, assim por onde tem passado, Jaqueline recebe reclamação dos moradores sobre os excessos por parte do Detran.

A candidata lembrou que em Chupinguaia, o mecânico de motocicletas Oliveira Alves da Silva, relatou que o movimento caiu muito nos últimos anos, em razão das constantes blitz repressivas, que apreendem as motos dos trabalhadores.

– Estão fazendo blitz nas áreas rurais constantemente. Apreendem, muitas vezes, o único meio de transporte do produtor rural, que é uma moto velha para ir à cidade fazer compra ou levar algum produto para vender na feira. Isso prejudica nossa economia, meu movimento caiu muito.

Em Espigão do Oeste, o mototaxista José Maria da Silva relatou também do excesso de fiscalização nas blitz ocorridas na cidade.

– Sou mototaxista, tenho que trabalhar dentro da legalidade. O Detran sempre vem aqui fazer blitz, se nós mototaxistas passarmos na blitz cinco vezes, eles nos param todas elas e exigem os documentos e todo o protocolo executados instantes atrás. Isso eu considero excesso. Parece que somos bandidos e não trabalhadores.

O produtor rural Raimundo Damasceno, morador do distrito de Pacarana, localizado 90 quilômetros de Espigão do Oeste, também disse estar sofrendo prejuízos em razão das quantidades de blitz.

– Eles andam 90 quilômetros nessa estrada de chão para fazer as operações lá no distrito, só apreendem moto de produtor. A moto que vale mil reais acaba pegando três mil de multa. Resultado, a gente não consegue pagar.

Jaqueline lembrou que durante três anos foi diretora no Detran, quando percorreu os 52 municípios palestrando sobre educação no trânsito.

– Na minha época fazíamos conscientização, hoje fazem repressão. Não estou defendendo motorista sem habilitação ou irregularidades. Quero deixar claro que antes de reprimir devemos educar, conscientizar, humanizar.

A candidata também falou dos programas que desenvolveu enquanto esteve a frente do Órgão.

– Implantamos o projeto Ararinha Azul, de educação para crianças, o projeto Anjos no Trânsito, para jovens e adolescentes e tudo isso fazíamos para ter um trânsito melhor. Acabaram com tudo e hoje estamos entre os estados com maior número de mortes no trânsito e a capital a mais violenta do país neste aspecto. 

Redução do ICMS

Segundo Jaqueline Cassol, sendo eleita, assim que assumir, vai mandar para a Assembleia Legislativa um projeto de lei isentando 90% dos juros e multas de veículos e motocicletas que estão no pátio do Detran.

– É melhor receber pouco de muito do que muito de nada e ver milhares de veículos apodrecendo no pátio de Detran. Muitas vezes as multas, impostos e diárias superam o valor do veículo e da motocicleta e o trabalhador não consegue pagar. Mas eu, como governadora, farei isso pelo povo do meu Estado.

Jaqueline disse que esse projeto baseia-se no Programa de Recuperação Fiscal (Refis), onde o governo federal permite o pagamento de dívidas relativas ao ICMS com redução de até 90% nas multas.

– E não me venha falar em renúncia de receita porque o governo federal fez, nós também vamos fazer. Além disso, vamos investir novamente em educação de trânsito e humanização. Vamos dar a oportunidade para que motoristas e motociclistas trafeguem dentro da legalidade.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário