JBS teria pago anúncios no Google para difamar jornalista

A gigante JBS Friboi teria pago anúncios ao Google para promover uma reportagem falsa, difamatória, contra o jornalista Leonardo Sakamoto, do “Repórter Brasil”, que produziu uma série de reportagens sobre os problemas trabalhistas e ambientais que a JBS está envolvida. A “matéria” intitulada “Leonardo Sakamoto mente” foi publicada em um site chamado “Folhapolítica.org”, sem autoria conhecida. A Folhapolítica não tem relação com o jornal Folha de São Paulo, tem 1,1 milhão de seguidores no Facebook e mescla posts desfavoráveis ao PT e notícias falsas.

De acordo com Ricardo Mendonça, repórter do jornal Folha de São Paulo, a história que liga as empresas aos ataques à Sakamoto começaram em maio de 2015, quando link passou a ser promovido. O texto, que ainda está no ar, é repleto de acusações de corrupção, alega que o site “Repórter Brasil” recebeu mais de R$ 1 milhão por ano para “puxar o saco da Dilma”. Sakamoto recorreu à justiça e o Google informou que a ordem partiu da “JBS/SA”. Forneceu o endereço, um telefone e um e-mail da empresa, além de um conjunto de IPs, indicando as conexões à internet. Numa outra etapa, a operadora GVT informou que quase todos os IPs fornecidos pelo Goggle são da emppresa 4BUzz, contratada pela JBS.

O jornalista afirmou que embora essa não tenha sido a primeira ação difamatória na web, a disseminação do link “Leonardo Sakamoto mente” pelo Google, e na sequencia por um número incontável de bogs e posts em redes sociais foi a iniciativa que teve maior alcance e gerou riscos, “além de ameaças, passei a ser alvo mais constante de xingamentos e até agressões físicas”, conta.

Tanto a JBS quanto a 4Buzz negaram as acusações.

Painel Político com informações da Folha de São Paulo (Leia a matéria completa aqui)

News Reporter
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta