Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Jean Oliveira cobra novamente conclusão da ponte do Rio Jamari em Itapuã do Oeste

0

Apesar de todas as promessas e comprometimentos, a Eletronorte ainda não realizou a conclusão da ponte sobre o Rio Jamari no município de Itapuã do Oeste. No inicio dessa semana, o deputado Jean Oliveira, voltou a cobrar, o que vem fazendo há quase dois anos, a realização da obra.

Proposta pelo deputado Jean Oliveira, a Assembleia Legislativa realizou audiência pública no município em de outubro do ano passado para discutir e propor solução para a conclusão da obra. Na audiência pública a Eletronorte assumiu que, assim que se solucionasse a questão judicial com a empreiteira responsável pela conclusão da obra, assumiria e concluiria a ponte. O que não foi feito até o momento.

A história da conclusão da ponte do Rio Jamari em Itapuã do Oeste já se arrasta há mais de 11 anos e a população de produtores rurais, que moram do outro lado, sofrem porque necessitam de uma balsa para fazer a travessia do rio. A balsa faz a travessia de meia em meia hora e encerra os trabalhos às 22 horas.

A obra sem conclusão é o símbolo da frustração de quem mora do outro lado do rio, nas estradas vicinais B-40 e T-120. Um dos moradores, produtor rural, desabafou na audiência pública: “ Se alguém passar mal tem que entregar na mão de Deus, porque se for à noite não consegue atravessar”. É essa a situação. A chamada Ponte da Integração é uma conquista da população de Itapuã em 2001, após várias manifestações populares, inclusive já naquela época com o “fechamento” da BR 364, e invasão da sede da Eletronorte.

Jean Oliveira explica que a reivindicação é mais que justa , pelo fato de que, o município é um dos mais atingido pela alagação causada com a construção da Usina Hidrelétrica de Samuel. “A ponte é uma obra obrigatória, assumida pela Eletronorte, em compensação à população pelos danos ambientais e sociais causados pela construção da Usina de Samuel na região, sendo o município de Itapuã do Oeste, o mais impactado. Vamos insistir na cobrança permanentemente”, disse o deputado.

Comentários
Carregando