Jean Oliveira parabeniza as mulheres no seu Dia Internacional

Mulheres brasileiras são responsáveis pelo sustento de 30% dos mais de 40 milhões de domicílios

O deputado Jean Oliveira (MDB) parabenizou as mulheres pelo dia 8 de março –  Dia Internacional da Mulher, observando que a data deve servir “não só para celebrar um dia no ano para a mulher, mas sim, para se refletir e agir em prol da luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres e do combate a todas as formas de violência praticadas contra as mulheres”, disse o parlamentar.

Jean Oliveira observou que as mulheres brasileiras são responsáveis pelo sustento de 30% dos mais de 40 milhões de domicílios pesquisados pelo IBGE no último censo. No entanto muitas mudanças precisam ser realizadas. Como exemplo do que precisa ser mudado: em pesquisa nacional por amostra de domicílios – PNAD, do IBGE, 69% das mulheres recebem menos que os homens exercendo o mesmo trabalho com a mesma carga horária. “Fato que é a demonstração clara da injustiça e da discriminação que sofrem às mulheres”, disse o deputado.

Outro dado apontado pelo parlamentar foi que no Brasil, a cada 15 segundos uma mulher é espancada. De acordo com a ONU, 25% das brasileiras são vítimas constantes de violência no lar e é baixíssimo o percentual dos casos em que o agressor é punido, além de serem as maiores vítimas de abusos sexuais, e mesmo agora, com a Lei Maria da Penha em pleno vigor as agressões continuam.

“Desde os primeiros meses do meu primeiro mandato, em 2011, que reivindico para que a Delegacia da Mulher funcione 24 horas, com plantões permanentes, todos os dias da semana. É um absurdo e inadmissível que a Delegacia da Mulher não tenha plantões nos finais de semana e nos feriados, que é justamente quando aumentam os índices de agressões à mulher”, disse Jean Oliveira.

“A luta pelos direitos iguais à mulher está na ordem do dia, mesmo reconhecendo, é claro, os avanços, que vem se tendo ano a ano. Porque na verdade, sem os direitos das mulheres, não existe igualdade social e nem Direitos Humanos. As mulheres não querem competir com os homens, querem justiça e o cumprimento dos Direitos Humanos, ou seja, querem é respeito. Essa deve ser uma bandeira de todos para que possamos ter justiça social”, afirmou o deputado Jean Oliveira.

 

 

* Divulgação de Atividade Parlamentar.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta