Jean Wyllys critica prefeito de Ariquemes por retirar passagens gays de livros didáticos

Apesar de ser uma decisão conjunta, muito mais articulada pela Câmara de Vereadores do que pelo prefeito, a “artilharia” retórica de Wyllys voltou-se a Thiago Flores, peemedebista que comanda a cidade desde o início deste ano.

O deputado federal do PSOL, eleito pelo Rio de Janeiro, reagiu em sua rede social às notícias dando conta de que o município aboliu o conteúdo das escolas da cidade.

O deputado federal Jean Wyllys, do PSOL, eleito pelo Rio de Janeiro, reagiu às notícias que expuseram a decisão da Prefeitura de Ariquemes em abolir passagens de cunho homoafetivas nos livros didáticos do município.

Apesar de ser uma decisão conjunta, muito mais articulada pela Câmara de Vereadores do que pelo prefeito, a “artilharia” retórica de Wyllys voltou-se a Thiago Flores, peemedebista que comanda a cidade desde o início deste ano.

´´Estamos voltando para a época da inquisição? Toda e qualquer página de um livro que tenha o poder de dar liberdade e de formar cidadãos críticos e com pensamento serão arrancados? Quanto tempo até que recomecem a acender as fogueiras? O prefeito de Ariquemes, Thiago Flores – Prefeito, decidiu, em conjunto com os vereadores do estado de Rondônia, recolher livros didáticos para RETIRAR as páginas que ensinem sobre o respeito à diversidade sexual e de gênero antes de disponibilizá-los para as escolas.“ Ver mais

Fonte: rondoniadinamica.com

 

Deixe uma resposta