Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Jon Jones cai em antidoping por derivado de cocaína e se interna em clínica de reabilitação

0

Poucos dias após uma das vitórias mais consagradoras da bem sucedida carreira de Jon Jones, uma notícia bombástica sobre o campeão dos meio-pesados do UFC promete abalar o mundo do MMA. Nesta terça-feira (6), o lutador norte-americano anunciou que caiu em um exame antidoping surpresa com uma substância derivada da cocaína, e que, por isso, irá se internar em uma clínica de reabilitação a drogas.
No exame, realizado no dia 4 de dezembro do ano passado pela Comissão Atlética de Nevada, foi detectada no organismo do lutador a substância benzoilmetilecgonina. No entanto, por se tratar de uma substância que não é banida fora do período de competição (quando o exame foi realizado) pela WADA, a Agência Mundial Antidoping, Jones não foi proibido de lutar no UFC 182, bem como o ocorrido não irá alterar o resultado de sua luta contra Daniel Cormier.

Pouco depois do anúncio, Jones enviou um depoimento ao site norte-americano “Yahoo Sports” no qual se posiciona sobre o assunto. “Com o apoio da minha família, entrei em uma clínica de tratamento contra drogas. Eu quero pedir desculpas à minha noiva, meus filhos, minha mãe, pai e irmãos pelo erro que cometi. Também quero pedir desculpas ao UFC, meus treinadores, meus patrocinadores e para os meus fãs, que são tão importantes quanto. Estou levando este tratamento de forma muito séria. Portanto, agradeceria se eu tivesse privacidade neste momento com minha família”, declarou.

Aos 27 anos de idade, Jones tem uma das carreiras mais meteóricas da história do MMA, se tornando o campeão mais jovem a conquistar um cinturão no UFC. Com cartel praticamente perfeito (tem somente uma derrota por desclassificação em uma luta que dominava), o norte-americano é o recordista de defesas de título entre os meio-pesados, com oito, e já derrotou nomes como Daniel Cormier, Alexander Gustafsson, Vitor Belfort, Rashad Evans, Glover Teixeira, Maurício Shogun, Lyoto Machida e Quinton Jackson. O sucesso é tamanho que o lutador foi mencionado na lista dos 30 esportistas mais bem sucedidos com menos de 30 anos da renomada revista norte-americana “Forbes”.

Em dezembro, Jones postou o vídeo abaixo em sua conta no Instagram do momento em que foi testado pela Comissão de Nevada. Na ocasião, o atleta escreveu: “A única coisa que eu tenho é PHW: Pure Hard Work [Apenas Trabalho Duro]. Eles provavelmente estão se perguntando como minhas pernas de galinha são tão fortes. Eu tomei alguns suplementos, mas é tudo legal.”
UFC mostra decepção, mas apoia decisão de Jones

Pouco depois da notícia se espalhar, o UFC publicou nota oficial na qual se diz decepcionado com o episódio, mas reitera seu apoio a Jones. “Nós apoiamos a decisão do campeão dos meio-pesados do UFC de se internar em uma clínica de reabilitação para abordar seu problema recente. Mesmo que estejamos decepcionados com o resultado do teste, aplaudimos sua decisão de entrar em uma clínica. Jon é um lutador forte e corajoso dentro do octógono e esperamos que ele luta contra esse problema com a mesma postura e diligência. Louvamos sua decisão e estamos ansiosos para vê-lo sair deste problema como um homem melhor.”

Fonte: SUPERLUTAS

Comentários
Carregando