Jornalista chora ao descobrir que conhecia vítima em Sydney

australiavitimamortacafereprodailymailUma jornalista australiana não conteve o choro ao descobrir, ao vivo, que uma amiga sua era uma das reféns que não sobreviveu ao sequestro em Sydney, na Austrália. As informações são do jornal Metro.

Segundo a publicação, Natalie Barr estava cobrindo os acontecimentos relacionados ao sequestro na cafeteria Lindt, quando descobriu que conhecia uma das vítimas.Katrina Dawson morreu por, supostamente, ter protegido uma mulher grávida dos tiros disparados no episódio. Katrina era irmã de uma mulher que trabalhou com Natalie.Frente à reação de Natalie com a notícia, o jornalista David Koch terminou o texto e disse que Katrina era mãe de três crianças.Centenas de flores e mensagens foram deixadas nesta terça-feira na porta do café onde o incidente aconteceu. Familiares, amigos e residentes da cidade estavam emocionados. As bandeiras da cidade estão a meio mastro em homenagem às vítimas.

Fonte: Terra

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário