Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Jovem é baleada dentro de universidade por “stalker” que a pediu em casamento

Suspeito segue foragido. Ele preparou também uma festa de aniversário para a aluna, segundo amiga da universitária

0

Uma tentativa de assassinato contra uma estudante aconteceu dentro do campus Palmares da Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), em Acarape, no Ceará, na noite desta sexta-feira (20).

O homem que atirou na estudante Taislane Marcelino havia preparado meses antes uma festa de aniversário surpresa para a aluna e também a tinha pedido em casamento.

Quem afirmou foi a amiga e coordenadora geral do Diretório Central dos e das Estudantes da Unilab (DCA/Unilab), Maria Carolina Lima. Segunda a amiga, eles conviviam normalmente e eram amigos de turma no curso de Letras – Língua Portuguesa. “Eles faziam a disciplina juntos. Eles nunca namoraram. Em um certo momento, ele fez uma festa de aniversário para ela surpresa na faculdade e depois pediu ela em casamento. Aí ela percebeu que ele estava confundindo as coisas e se distanciou dele. A partir daí ele passou a persegui-la”, conta a amiga.

A Unilab por meio de nota informou que a estudante tinha contra ele medida protetiva da Lei Maria da Penha por causa de assédios. A Unilab lamentou a tragédia. “O criminoso, também estudante do mesmo curso, estava assediando a vítima há algum tempo, o que resultou numa medida protetiva da Lei Maria da Penha”, diz a nota.

A amiga conta também como ocorreu a tentativa de homicídio. A jovem foi atingida por três tiros, mas sofreu apenas pequenos ferimentos na cabeça, segundo relatos dos médicos para amigos da aluna. Carolina diz também que não estava na universidade na hora do incidente, mas foi chamada por amigos para ajudar a aluna. “Eu não estava na hora. Mas soube por amigos que ela estava fora da sala. Estava no intervalo de uma aula para outra. Enquanto ela conversava com outros amigos ele se aproximou, abriu uma bolsa e sacou a arma e atirou nela”, conta.

Carolina diz que mesmo ferida, a jovem entrou para a sala e pediu socorro. Em seguida pediu para que os amigos a levassem para um hospital. “Ela levou os tiros e entrou para dentro da sala assustada. Ela conseguiu se levantar e desceu junto com os amigos de escada até um micro-ônibus. Ela entrou nele e o motorista levou ela para o hospital”.

Estado estável

A Uninab, ainda na nota oficial informou que a estudante foi levada ainda consciente para o Hospital Municipal de Acarape, onde, segundo a equipe, ela foi sedada e apresentava quadro aparentemente estável. De lá, foi transferida para o Instituto José Frota (IJF), na capital cearense. De acordo com familiares da vítima, ela passou por tomografia e foi encaminhada ao centro cirúrgico, ficando depois sob observação.

Carolina que acompanhou de perto o atendimento da amiga disse que recebeu informações de um dos médicos plantonistas que o estado de saúde da estudante é estável.

Foragido

De acordo com a Delegacia de Acarape (9ª Região) o suspeito segue foragido. A polícia recebeu informações de testemunhas que ele fugiu para um matagal. Até a manhã deste sábado (21) ele segue foragido.

Comentários
Carregando