Jovem é presa por matar amiga que se ‘insinuou’ para o marido dela

Uma jovem de 20 anos foi presa, na segunda-feira (15), suspeita de matar a facadas Rosemeire Justo, de idade não divulgada, em Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, Rávila Estefani Moreira de Alcântara confessou ter matado a vítima por ciúmes, após a vítima ter “insinuado” para o marido dela.

O delegado Daniel Marcelino, responsável pelo caso, disse que a mulher cometeu o crime enquanto usava drogas com o marido e outros dois casais.

“Ela [Rávila] estava na casa da irmã, usando droga com o marido, a própria irmã, o companheiro dela e um casal de amigos, com quem se envolveu nesta confusão. Em um dado momento ela disse, sem dar muitos detalhes, que a Rosimeire começou a se insinuar para o marido dela, então ela resolveu pegar a faca e deu vários golpes do pescoço da mulher”, contou.

O caso ocorreu no dia 28 de outubro do ano passado. De acordo com o delegado, após o crime Rávila fugiu com o companheiro para outra cidade, e foi presa na manhã de segunda-feira, quando retornou para Cidade Ocidental, após se separar do marido.

O investigador disse que chegou a apurar a participação do homem no crime, como motivador, mas tanto Rávila, quanto as testemunhas ouvidas negaram o fato.

“A princípio existia a versão de que ele poderia ter instigado, mandado ela pegar a faca e matar, já que ela queria. Mas isto foi derrubado pelo depoimento da própria presa e também por todos que foram ouvidos no processo”, acrescentou.

Segundo ele, Rávila deve responder por homicídio qualificado e, se condenada, pode pegar até 30 anos de prisão.

G1/GO

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário