Jovem faz vaquinha na web para pagar faculdade; pai não aprova namoro com negro

Pais da moça deixaram de pagar os estudos dela por causa do namorado

Allie Dowdle é uma garota do estado americano do Tennessee que conseguiu arrecadar até agora, U$ 33.000 dólares no GoFundMe, para um objetivo de 10 mil, depois que seus pais se negaram a pagar sua universidade. A razão? Ficaram irritados quando descobriram que a filha namorava Michael Swift, um jovem negro de 18 anos ao qual eles proibiram que ela voltasse a ver.

“Meus pais decidiram não apoiar meu futuro, me despojando de todos meus recursos, incluindo minhas poupança, meu carro, meu celular e minha educação, e me deixando sozinha para pagar a universidade”, escreveu ela na vaquinha do GoFundMe.

Apesar disso, ela continuava vendo Michael às escondidas e o caldo entornou de vez quando no Natal, o rapaz foi falar com seus pais. Bill Dowdle, pai da jovem, negou ser racista e insiste que sua oposição não tem a ver com a etnia do rapaz. No entanto, preferiria que sua filha saísse com alguém diferente e com quem não vivesse à custa dos pais.

Swift é jogador de futebol na Universidade Clemton da Carolina do Sul. Antes disso, foi parte de uma equipe da Philadelphia Union Academy, em Memphis, desde onde dirigia quatro horas para visitar sua namorada em uma escola para moças.

Swift é jogador de futebol na Universidade Clemton da Carolina do Sul

Agora, Allie planeja receber seu dinheiro arrecadado para pagar seu primeiro ano de escola. A garota comenta que não conseguiu um emprego ainda, pois vive em um povoado pequeno que não conta com mais de 6.400 habitantes. Ela declarou também, que nunca teve a intenção de ferir a sua família.

Ainda que há quem apóie a garota, ela também recebeu muitas críticas, de pessoas que pensam que ajudar uma garota branca a ir à universidade, não é lutar contra o racismo.

– “Meus pais não coincidem com minhas opiniões pessoais, mas por favor não ataquem a minha família, nunca foi minha intenção castigá-los por isso. Minha única intenção é juntar dinheiro para meus estudos”, escreveu a jovem.

A indignação da comunidade do Tennessee, levou Allie a coletar 3 vezes mais do que ela pretendia, com o único objetivo de seguir estudando na universidade que seus pais lhe negaram e sobretudo que possa seguir adiante com sua relação.

Depois que esta história começou a se alastrar e tomar proporções maiores, a família Dowdle assegurou aos meios de comunicação que tudo era falso, era um castigo que estava longe de ser um ato de racismo e só queriam provocar com ele o amadurecimento da filha.

O pai disse que a decisão de parar de ajudar a filha não foi uma represália por namorar com um jovem negro, mas sim porque ela estava se tornando mimada demais e que o relacionamento com Michael foi desaprovado porque ela o mantinha em segredo.

As informações são da TeenVogue

News Reporter
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta