Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Jovem que teve mangueira de lava-jato enfiado no ânus morre no hospital

0

“Brincadeira’ foi feita pelo dono do estabelecimento e outro funcionário

O adolescente Werner Moreira da Silva, de 17 anos, que perdeu parte do intestino grosso após ser agredido com mangueira de compressão de ar no ânus foi enterrado na tarde desta quarta-feira (15) no cemitério Monte das Oliveiras, em Campo Grande, em clima de revolta.

A família pede justiça pelo que aconteceu com o jovem que ficou 11 dias internado na Santa Casa depois de ser agredido pelo dono do lava-jato Thiago Demarco Sena, de 26 anos, e do funcionário Willian Henrique Larrea, de 30, onde trabalhava no dia 3 de fevereiro com uma mangueira de compressão de ar.

A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) pediu a prisão preventiva dos suspeitos, depois que o delegado recebeu laudo de lesão corporal grave e aguarda uma decisão da Justiça. Larrea é amigo da família da vítima.

O advogado dos suspeitos, Francisco Guedes Neto, disse ao G1 nesta quarta que tem conhecimento do pedido de prisão, mas afirmou que não vai se pronunciar a respeito.

Os suspeitos podem ser indiciados por lesão corporal grave seguida de morte ou por homicídio doloso. A tipificação final será definida pela Depca na conclusão do inquérito, segundo Lauretto. O delegado ainda esclareceu que, a princípio, o caso não foi registrado como abuso porque não ficou evidente a conotação sexual.

Caso

O garoto chegou ao hospital em estado grave e passou por cirurgias. Ele perdeu parte do intestino. A pressão do ar foi tão intensa que estourou o intestino grosso e comprimiu os pulmões, trancando as válvulas respiratórias.

Inicialmente o adolescente ficou na área vermelha, depois foi transferido para a área amarela e foi para a enfermaria. Ele chegou a ficar fora de risco de morte.

Segundo a assessoria do hospital, o garoto voltou à ala vermelha na terça-feira de manhã por causa de uma complicação no esôfago, que ocasionou perda de líquido e sangue. No início da tarde, ele sofreu uma parada cardíaca e os médicos tentaram reanimá-lo por 45 minutos.

 

Comentários
Carregando