Júri de ex-policial acusado de matar Ricardinho começa nesta quinta

A expectativa da Justiça é que julgamento dure dois dias e o resultado saia na sexta (16)

Começou, nesta quinta-feira (15), o júri popular do ex-policial militar Luís Paulo Mota Brentado, acusado de matar o surfista Ricardo dos Santos, conhecido por Ricardinho, em janeiro de 2015, em Palhoça, na Região Metropolitana de Florianópolis.

Segundo o G1, a expectativa da Justiça é que julgamento dure dois dias e o resultado saia na sexta (16). No total, são 23 testemunhas. “O julgamento deverá ser tenso por causa da repercussão, porém com muito respeito por parte de todos os sujeitos do processo. […] esperamos que a partir das provas Luís Paulo Mota Brentano seja absolvido”, disse a defesa do ex-policial.

De acordo com o promotor Alexandre Carrinho Luiz, a pena pelo crime será a partir de 12 anos. “A juíza vai analisar a questão dos antecedentes, histórico, conduta social do réu. Vai analisar subjetivamente as condições em que o crime foi cometido, as consequências do crime para aumentar um pouco mais essa pena mínima. A previsão é algo entre 20 e 21 anos”.

CRIME

Após uma discussão na Guarda do Embaú, em Palhoça, no dia 19 de janeiro de 2015, o ex-policial teria se negado a sair da frente da casa onde. O ex-PM disparou dois tiros contra o surfista, que passou por quatro cirurgias, mas morreu no dia seguinte. Brentano alegou legítima defesa.

Fonte: noticiasaominuto

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta