Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Justiça aceita denúncia e 16 viram réus por túnel que levava a cofre de banco em SP

Quadrilha pretendia levar R$ 1 bilhão de cofre na Zona Sul de São Paulo. Acusados responderão por organização criminosa, furto qualificado e receptação.

0

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público e 16 pessoas se tornaram réus por envolvimento na quadrilha que construiu um túnel na Zona Sul de São Paulo ligando uma casa ao cofre do Banco do Brasil, segundo o SP2. Os acusados responderão por organização criminosa, furto qualificado e receptação.

A prisão ocorreu na noite de 2 de outubro. O túnel feito pelos bandidos levaria ao cofre principal do Banco do Brasil da Chácara Santo Antonio. A quadrilha pretendia levar R$ 1 bilhão.

Na oficina da Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte, onde os criminosos faziam ferramentas para escavar o túnel, a quadrilha fez um registro dos últimos preparativos para o assalto bilionário. Os policiais apreenderam 20 celulares, usados para gravar vídeos que mostravam como estava o andamento dos trabalhos.

Trilho testado

Um trilho foi montado dentro do galpão e passou por testes. Primeiro, só o carrinho deslizou sobre os trilhos. Depois, os criminosos improvisaram um arco da largura do túnel, para ver se o carrinho tinha o tamanho correto.

Eles também fizeram uma prova para testar o peso: o carrinho suportou uma tábua, um homem e uma máquina, e seguiu sobre os trilhos. O último teste simulou um dos bandidos percorrendo os túneis.

Os 16 presos negaram a participação no crime, mas os delegados apontaram que eles caíram em contradição durante os depoimentos. Parte deles disse que a oficina na Zona Norte era o ponto de encontro do grupo para um jogo de futebol, mas não havia shorts, meias e chuteiras no local.

Outros contaram que tinham dado carona para amigos ou que estavam lá para cobrar dívidas. Mas os celulares dos presos indicaram que eles trocaram mensagens e marcaram encontro na oficina.

Plano descoberto

A ideia da quadrilha era roubar R$ 1 bilhão empurrando ou puxando um trenzinho por debaixo da terra, mas o plano foi descoberto na semana em que o bando pretendia invadir o banco.

A partir de uma casa alugada na chácara Santo Antônio, na Zona Sul, os bandidos construíram um túnel de 27 metros. Eles percorreram mais de 500 metros pela galeria de águas da chuva e escavaram outro túnel, de 30 metros, ligando a Rua Verbo Divino até embaixo do cofre.

A polícia ainda procura o casal que alugou a casa de onde saía o túnel e investiga a participação de outras pessoas no planejamento do assalto.

Fonte: g1

Comentários
Carregando