fbpx
Justiça Federal reduz pena de Cunha em 10 meses e determina cumprimento imediato da sentença

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região condenou o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB) a 14 anos e seis meses de prisão, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Houve uma pequena redução de 10 meses da sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro, de Curitiba, que comanda a Operação Lava Jato. Moro havia condenado Cunha a 15 anos e quatro meses de reclusão.

Dois desembargadores votaram para reduzir a pena de Cunha de 15 anos e quatro meses para 14 anos e seis meses, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

O voto do relator João Pedro Gebran Neto, que aumentava a pena para 18 anos e seis meses, acabou vencido.

O tribunal decidiu ainda pelo cumprimento imediato da pena depois do julgamento de eventuais embargos de declaração.

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta