Justiça Itinerante desce o Rio Madeira em mais uma operação cidadã

Justiça Itinerante desce o Rio Madeira em mais uma operação cidadã

A Justiça que vai aonde a população está desce mais uma vez as correntezas do Madeira para atender a população ribeirinha na resolução de seus conflitos. Trata-se da Justiça Rápida Itinerante, projeto institucionalizado pelo Poder Judiciário de Rondônia que há três décadas vem democratizando o acesso à Justiça.

A Justiça Rápida Itinerante consiste no deslocamento de juízes, advogados e demais servidores de apoio a localidades distantes e desprovidas da presença de órgão do Poder Judiciário. A operação é realizada periodicamente em todo o Estado de Rondônia, para solução de questões nas esferas Cível, Criminal, Infância e da Juventude, Família e Registros Públicos, com especial atenção às comunidades distantes dos centros urbanos, nas regiões ribeirinhas e na periferia da cidade.

Com o serviço da Justiça Rápida, a população mais carente tem acesso ao Poder Judiciário sem o pagamento de custas e demais emolumentos, além de sentir a presença do Estado na solução de conflitos. Tal situação alivia o Poder Judiciário ao garantir a tutela jurisdicional assegurada, atenuando as distâncias existentes entre a população e o referido poder e traz satisfação ao jurisdicionado, com o rápido andamento dos feitos, cujo deslinde seria moroso se a tutela fosse efetivada pelos meios tradicionais.

O barco da Justiça atracou do porto do Cai N’Água na tarde de segunda-feira e irá atender as localidades da região do Baixo Madeira até Demarcação. Nesta quarta-feira por exemplo, o barco estará atracado em São Carlos, com toda a estrutura material e humana necessária, tais como juízes, promotores, defensores públicos, advogados, conciliadores e servidores, estará à disposição da população.

Cerca de 30 juízes que participam de um evento nacional que ocorre em Porto Velho, a 41ª edição do Fórum Nacional dos Juizados Especiais – Fonaje, visitarão nesta quarta-feira, dia 17, a Operação Justiça Rápida Itinerante no distrito de São Carlos.

A atividade é uma maneira de divulgar o trabalho desenvolvido no projeto e estimular a disseminação desta boa prática, pioneira da Justiça Itinerante no Brasil. O Fonaje é evento em que especialistas nacionais e locais discutem temas primordiais para o aprimoramento da Justiça. Personalidades nacionais comporão a programação e abordarão assuntos ligados ao tema do uso de métodos alternativos de resolução de conflitos.

Assessoria de Comunicação Institucional

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Por favor, dê um like em nossa página no Facebook
Placeholder
Anterior «
Próximo »

Muryllo F. Bastos é advogado, editor do site e Painel Político. Natural de Vilhena.

  • facebook
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília

Associado da Liga de Defesa da Internet