fbpx
Justiça obriga namorada a devolver faqueiro e colchão ao ex-namorado em Rio Branco

Após análise de recurso, a Justiça do Acre determinou que uma mulher devolva objetos – colchão, faqueiro e um HD externo – comprados pelo ex-namorado. O processo corre desde dezembro de 2015 em Rio Branco e a decisão, de autoria do juiz Fernando Nóbrega, foi publicada no Diário da Justiça na terça-feira (22).

Inicialmente, o homem pediu a devolução também de um notebook, lavadora, skate, gravador de DVD externo, roupas, livros e ainda uma indenização por danos morais. Porém, ele não conseguiu comprovar que era dono de todos os objetos. A ex-namorada, por outro lado alegou que os itens foram presentes, afirma a sentença.

Os dois ficaram juntos por aproximadamente seis meses, segundo o advogado dela, Leandrius Muniz. Como alternativa à devolução, a mulher tem a opção de pagar R$ 1,3 mil. O problema é que, conforme Muniz, o caso não é único. No decorrer do processo, outra mulher com a mesma reclamação entrou na Justiça contra o homem. O segundo processo ainda não teve sentença.

“Posteriormente, apareceu outra mulher, também ex-namorada desse rapaz, na mesma situação. Ele é casado, briga com a esposa, arruma uma namorada, vai morar com a pessoa e compra coisas de casa. Depois, quando faz as pazes com a mulher, quer pegar as coisas de volta. Ele fez isso com duas clientes minhas. As histórias são iguais”, diz Muniz.

Do ponto de vista jurídico, o advogado ressalta que ainda existe a possibilidade de entrar com um recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas a opção ainda está sendo analisada. O G1 entrou em contato com o namorado, mas não obteve resposta até esta publicação.

Fonte: g1/ac
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta