Justin Bieber doa R$ 20 mil ao Inca, e processo contra ele por pichação é extinto

O processo contra Justin Bieber pela pichação de um muro em São Conrado, na Zona Sul do Rio, em 2013, foi extinto na última terça-feira, pelo juiz Rudi Baldi Loewenkron, da 34° Vara Criminal, depois que os advogados do cantor apresentaram o comprovante de uma doação de R$ 20 mil feita ao Instituto Nacional do Câncer (Inca). Segundo o Tribunal de Justiça, a doação foi feita em maio e convertida em materiais e equipamentos para o hospital.

O Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ), que movia a ação contra o cantor, sugeriu em março o pagamento da multa, que deveria ser convertida em doações de bens ou alimentos para o hospital. Em sua decisão, o juiz considerou que após a doação feita e comprovada o processo poderia ser encerrado.

Trecho da decisão proferida pelo juiz Foto: Reprodução Tribunal de Justiça

O EXTRA entrou em contato com o Inca, mas ainda não obteve resposta do hospital.

O processo contra Justin Bieber

O processo contra Justin Bieber foi instaurado a partir de uma ação movida pelo Ministério Público (MP) estadual depois que o cantor pichou o muro do Hotel Nacional, na Zona Sul do Rio, durante sua última passagem pelo Brasil, em 2013.

Na época, ele chegou a ser autuado por crime contra o ordenamento urbano e o patrimônio cultural, mas o processo foi suspenso porque o cantor saiu do Brasil e não foi encontrado para assinar o mandado de citação. Como o cantor voltou ao país para shows em março e abril, a Justiça determinou a reabertura da ação movida pelo MP contra Bieber.

Nas vésperas da chegada do cantor ao Brasil, o juiz chegou a destacar um oficial de justiça para esperar por Bieber no aeroporto para que ele assinasse o mandado de citação, documento que dá ciência de que ele estava sendo processado.

Fonte: extra.globo

Deixe uma resposta