Lava-Jato tem 124 inquéritos tramitando no Supremo
STF 

BRASÍLIA — O Supremo Tribunal Federal (STF) tem, atualmente, 124 inquéritos e cinco ações penais da Operação Lava-Jato, de acordo com um balanço divulgado nesta quarta-feira pelo gabinete do ministro Edson Fachin, relator da operação.

Um dos inquéritos, contra o senador Fernando Collor (PTC-AL), já foi transformado em ação penal, mas a mudança ainda não foi oficializada no andamento do tribunal. Portanto, na prática, são 123 inquéritos e seis ações penais.

Dos inquéritos, 63 são relatados por Fachin e 61 foram redistribuídos para outros ministros dentro do tribunal. Além disso, seis investigações já foram arquivadas, atendando a pedidos da Procuradoria-Geral da República, e nove foram enviadas para outras instâncias.

Até agora, 21 denúncias já foram apresentadas pela PGR: cinco delas foram recebidas, três foram rejeitadas, outras três ainda estão em julgamento (interrompidos por pedidos de vista) e dez estão em processamento.

Das cinco denúncias que foram aceitas e se tornaram ações penais, duas estão quase prontas para serem julgadas. São réus nesses processos a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR), o marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o deputado Nelson Meurer (PP-PR). A expectativa é de que esses julgamentos sejam realizados ainda no primeiro semestre deste ano.

O balanço anterior, de dezembro, indicou que 111 acordos de delação premiada já haviam sido homologados pela corte. O número, contudo, não foi atualizado no relatório divulgado nesta quarta.

Fonte: OGlobo

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta