LEGO Batman: O Filme – Referências e bom humor fazem deste um filme incrível!

O Filme com certeza vai agradar não só as crianças, mas também o público adulto que é fã do personagem.

Quem poderia imaginar que versões LEGO para o cinema fariam tanto sucesso, do mesmo estúdio que trouxe o aclamado Uma Aventura Lego (que já apresentou esta versão do Batman), traz desta vez uma excelente animação com bom humor desde o primeiro minuto de filme, referências e cenas de ação super divertidas fazem de LEGO Batman um grande sucesso que merece ser notado nos cinemas.

Não preciso dizer que LEGO são aqueles brinquedos educativos de montar usados para incentivar a criatividade de crianças e que hoje se tornou um objeto de grande valor para colecionadores, já aviso que estes filmes não devem ser levados a sério pelo espectador, o único objetivo destes filmes são de trazer um bom entretenimento para jovens e adultos, e consegue cumprir com tudo que promete, o divertido deste filme é que quanto mais você conhece o universo do Batman não só nos cinemas mas também os seriados e desenhos animados, mais notará as referências que rodeiam o filme o tempo todo.

Sinopse

Extremamente egocêntrico, Batman leva uma vida solitária como o herói de Gotham City, apesar disto, ele curte bastante o posto de celebridade e o fato de sempre ser chamado pela policia quando surge algum problema que ele logo resolve, mas quando o comissário Gordon se aposenta, quem assume o lugar é sua filha Barbara Gordon e ela deseja implementar alguns métodos mais eficientes fazendo com que a policia não seja mais tão dependente do Batman, o herói não gosta nem um pouco da idéia, paralelamente, o Coringa elabora um plano contra a cidade, motivado pelo fato de que Batman não o reconhece como seu maior arqui-inimigo.

Sobre o filme

Como comentado em parágrafos anteriores, o filme é um show em referências, mas não precisa ser um expert no universo DC Comics para notar as piadas e boa parte destas referências, o legal é que o filme faz piadas consigo mesmo e envolve partes de todos os filmes anteriores do Batman e vai além com filmes e seriados do Superman, Liga da Justiça e até mesmo outras produções do mesmo estúdio que desenvolveu este filme. variam entre Harry Potter, O Senhor Dos Anéis, Matrix,  Gremlins, Mágico de Oz, Godzilla e muitos outros.

Aleatoriamente, encontramos no filme, personagens que a própria DC Universe deixou de lado com o passar dos anos, o que torna tudo muito bom de ver, o roteiro é bem focado exceto por 10 ou 15 minutos de filme que parecem perder o foco e fica um pouco fora da trama principal e o fato do filme ser na versão Lego, poderia ter sido mais aproveitado aquele lance de montar qualquer coisa como, por exemplo, um veículo a partir de peças Lego em qualquer lugar (como foi mostrado em outros filmes com o tema Lego), mas nada que prejudique o filme, a forma em que o personagem é mostrado é bastante divertida, a todo o momento a trama faz associação a algo de forma fácil que o espectador consiga perceber logo e se divertir com isto.

A arrogância de Batman é colocada em questão durante todo o filme de forma bem humorada e infantil, mas ao mesmo tempo com o clima sombrio por conta do perfil do personagem, a dublagem brasileira fez um excelente trabalho com todos os personagens, roteiro super bem elaborado que aproveita bastante os estereótipos do herói solitário e faz piadas disto, sempre de forma divertida e inteligente.

Apesar de ser considerado um filme para o público infantil, LEGO Batman: O Filme com certeza está chamando a atenção dos adultos fãs de filmes de super herói e principalmente os fãs do Batman, roteiro super bem elaborado carregado de piadas e sequências de ação bastante divertidas tornam este filme algo memorável que merece ser assistido no cinema.

OBS. Assista aos créditos animados após o filme, é bem divertido também.

LEGO Batman: O Filme estreou no dia 09 de Fevereiro, confira o trailer.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta