Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Léo Moraes cobra do governo compromisso que reconhece promoção dentro da Polícia Civil

0

Parlamentar enalteceu o trabalho da categoria e afirmou que a promoção é amparada por uma lei vigente há 10 anos

O deputado Léo Moraes (PTB), na sessão plenária de terça-feira (25), cobrou do governo do Estado, o reconhecimento da promoção dos profissionais da Polícia Civil de Rondônia. Segundo o parlamentar, existe um acordo, citado na Sessão Itinerante em Pimenta Bueno onde o governo, através da Secretaria de Estado de Segurança Pública e da direção geral da Polícia Civil, honrará o compromisso de, através de decreto, reconhecer a promoção dos servidores da Polícia Civil.

Léo Moraes enalteceu o trabalho da Polícia Civil afirmando que a classe “trabalha com galhardia, em defesa dos interesses sociais para mediar problemas, conflitos, atuando na Polícia Judiciária com maestria, mesmo com
pouco efetivo e muitas vezes, com falta de gestão. Porém, sem se esquivar de suas responsabilidades”, destacou.

O deputado defendeu que a promoção tanto dos delegados, como de servidores de diversas áreas do conhecimento e das atividades da Polícia Civil, a exemplo dos agentes e escrivães, é mais do que merecida, porém, ela só pode ser executada através de uma lei.

“Que, aliás, é uma lei que já existe e está em vigência há mais de 10 anos. E em nenhum momento, governo algum deixou de cumpri-la religiosamente. Nos meses de março e setembro, começa-se o processo para que a promoção seja integralizada nos vencimentos de cada servidor”, ressaltou o deputado.

Léo Moraes argumentou, ainda, que não faz sentido o governo deixar de honrar uma lei já vigente, pois segundo ele, não se trata de uma pauta inédita, mas sim, de uma luta antiga da classe.

Não estamos passando o pires para uma nova conquista, não é uma nova luta. Estamos falando de profissionais que trabalham com muito pouco. Cito como exemplo, a Central de Flagrantes, interditada há alguns dias pela Vigilância Sanitária por não apresentar as mínimas condições de trabalho. “E mesmo
assim, o policial está lá, trabalhando e fazendo mais do que prevê o regimento da sua atividade. Ficamos felizes quando vemos outras forças de segurança pública avançando, mas precisamos que esses avanços também beneficiem a Polícia Civil”, concluiu o deputado Léo Moraes.

Comentários
Carregando