Léo Moraes destaca avanços após reunião com Sejus e agentes penitenciários

O deputado Léo Moraes (PTB), no discurso na sessão desta terça-feira (12), na Assembleia Legislativa, destacou os encaminhamentos feitos durante a reunião da Comissão de Segurança Pública realizada durante a manhã, na Casa de Leis.

O parlamentar ressaltou que a reunião realizada com membros da cúpula da Sejus e servidores da pasta, foi provocada pelo deputado Dr. Neidson (PMN), após receber ofício do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores do Estado de Rondônia (Singeperon), que apresentaram as condições e as dificuldades enfrentadas pela categoria.

Léo Moraes informou que foram feitos encaminhamentos visando atender as reivindicações propostas pelos sindicatos e membros de associações penitenciárias, aos quais atendem os temas que envolvem o PCCR da classe, denúncias de perseguições, inclusive com ameaças de exonerações, alteração da escala de trabalho e incorporação de adicional de insalubridade e periculosidade.

Léo Moraes parabenizou a participação do secretário adjunto da Sejus, Marcus Amaral, que segundo o deputado, teve a oportunidade de apresentar as dificuldades do órgão e ao mesmo tempo, se comprometeu a atender as necessidades apresentadas durante a reunião.

O deputado afirmou que embora os resultados finais do encontro tenham ficado aquém do que ele esperava, disse ter considerado um avanço significativo o termo de compromisso assinado entre a Sejus e a Assembleia Legislativa. Léo destacou que o representante da secretaria se comprometeu a enviar até a próxima quarta-feira (20) o chamado para posse dos agentes penitenciários que concluíram a segunda academia de formação, onde serão apresentadas orientações de como ocorrerá a nomeação dos novos servidores.

O início da academia dos socioeducadores aprovados no último concurso público foi mais um compromisso firmado com a Sejus, assim como a retirada da contraproposta do PCCR em um prazo de 60 dias.

O deputado disse esperar que o governo ouça os reclames do Parlamento que, por sua vez, tenta apenas atender uma vontade popular, a exemplo do que ocorreu durante a reunião, ao citar a galeria do Plenário lotada de servidores descontentes com a ingerência da Sejus.

“Foi um grande avanço, mas a luta continua. Esperamos agora que o Executivo tome todas as medidas para sanar os problemas daquela secretaria e ajude essa classe que tanto anseia por melhores condições de trabalho”, declarou Léo Moraes.

Por fim, Léo Moraes disse que o governo do Estado precisa de governança, mas que não pode abrir mão da governabilidade. Citou como exemplo o cenário político nacional, onde, segundo ele, a presidência da República estaria sofrendo uma grave instabilidade, acarretada por falta de governabilidade, o que a teria feito perder crédito com os parlamentares federais.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta