Léo Moraes se pronuncia e diz que é contra aumento da passagem de ônibus

O deputado Léo Moraes manifestou-se ser totalmente contra o reajuste da passagem de ônibus, que subiu de R$3 para R$3,80. O decreto foi publicado no dia 30 de junho pela prefeitura. O novo valor será cobrado a partir deste sábado (08).

“Não considero justo o usuário pagar mais caro por um serviço que não está com qualidade. O contrato existente é precário. Temos latas-velhas que transportam a população. São aproximadamente 60 mil pessoas que utilizam o transporte coletivo diariamente que sofrem nos pontos de ônibus sem infraestrutura nenhuma esperando até por horas os coletivos. Além disso não temos acessibilidade e a frota atual é menor que de 20 anos atrás. Explicou deputado.

A professora Maria José conta que também não concorda com o aumento da passagem de ônibus. “Eu moro lá no Novo Horizonte e para ir para o serviço preciso pegar dois ônibus. Vai pesar no bolso.”

“Vamos pagar R$3,80 mas o que vamos ter de troca? Até agora não vimos melhorias nenhuma nos ônibus daqui de Porto Velho. São sujos, não têm ar condicionado, tem peças quebradas. Fica difícil pra quem usa.” Contou a auxiliar de limpeza Ririnilce Oliveira.

As justificativas para o aumento foram um ano sem reajuste e o aumento do diesel em 9,5% no final do ano passado. O novo valor ficou definido após reunião do Conselho Municipal de Transporte Coletivo (Contrans).

“Querem aumentar a tarifa sem licitação ou um processo definitivo. Não faz o menor sentido. Com esse aumento, Porto Velho terá a quarta passagem de ônibus mais cara do Brasil, ficando atrás de Curitiba que cobra R$4,25 na passagem, Belo Horizonte com R$4,05 e Florianópolis com tarifa de R$3,90. Não posso me omitir em qualquer discussão que seja pertinente à capital de Rondônia. Enquanto eu estiver com mandato eletivo, estarei sempre lutando e buscando soluções para que a população viva com dignidade e usufruindo de serviços de qualidade.” Concluiu deputado.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário