Líder do PPS pede bloqueio de “vaquinha” de José Dirceu

O líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR), entrou com uma representação no Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) na qual pede o bloqueio imediato da arrecadação de recursos para o pagamento da multa do ex-ministro José Dirceu, condenado no julgamento do mensalão. Com ajuda de um site criado para a “vaquinha”, o petista arrecadou, até a tarde de ontem, R$ 565,7 mil dos R$ 971.128,92 que precisa depositar em juízo.

No pedido, o parlamentar argumenta que Dirceu também é alvo de uma ação por improbidade administrativa e, por causa disso, todo seu patrimônio precisaria ser bloqueado. O pedido de indisponibilidade de bens seria uma forma de garantir, em uma eventual condenação, o ressarcimento de montantes desviados do mensalão, estimados em cerca de R$ 100 milhões.

Segundo a representação, o pedido de indisponibilidade de bens à Justiça é uma prerrogativa do MPF, que é autor de ação civil contra o petista. Bueno defende que o bloqueio seja pedido imediatamente para evitar o repasse de doações a outros condenados.

“A ausência da propositura de tal medida autorizou que muitos mensaleiros transferissem parcela de seus patrimônios (valores das doações) a outros condenados. Agora resta o valor que está sendo arrecadado por José Dirceu – o principal acusado no esquema de desvio do mensalão e réu em ação de improbidade”, disse.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta