Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Líder evangélico assedia fiéis a votarem em candidatos da igreja

0

O áudio que circula em diferentes sites de redes sociais aconteceu no último final de semana na sede da Assembleia de Deus, localizada na Rua José de Alencar, região central de Porto Velho, onde o líder do grupo de jovens, Iranilson Souza avisa aos fiéis que quem não votar nos candidatos Agnaldo Muniz – a deputado federal – e Marcelo Cruz – a deputado estadual – terão que entregar seus respectivos cargos.

A situação presenciada pelos fiéis como assédio foi gravado por um dos frequentadores do local que se sentiu muito mal com a atitude do líder jovem.
O caso, considerado abusivo, fere o direito de liberdade democrática do cidadão em votar no seu pretenso candidato, tendo em vista nem ter sido feito a convenção partidária que vai colocar ou não os referidos candidatos a concorrer uma vaga no pleito.
Situações semelhantes a essa acontecem com frequências em diversos locais, seja ele em templos religiosos, ambiente de trabalho e outros. Vale cada pessoa que se sinta assediada a denunciar o abuso no TRE-RO (Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia) para que isso seja apurado e, caso haja necessidade, os candidatos punidos, como pede a lei eleitoral.

Vale destacar que de dentro da congregação onde o fato aconteceu já foram eleitos políticos, que posteriormente se envolveram em escândalos criminosos e acabaram presos. O caso mais recente é o do “Irmão” Valter Araújo ex-deputado estadual e ex-presidente da assembleia Legislativa de Rondônia suspeito por vários crimes, dentre eles homicídio, formação de quadrilha e outros.

Na gestão de Araújo na casa de leis, denúncias de pastores assembleianos estando na condição de funcionários fantasmas no legislativo estadual tomaram conta do noticiário logo após sua prisão.

Comentários
Carregando