Linha dura, novo ministro da Justiça vai combater ações violentas de movimentos sociais

O novo ministro da Justiça Alexandre Moraes, que era secretário de segurança de São Paulo, defendeu que a atuação violenta de movimentos sociais de esquerda deverá ser combatida, “a partir do momento que seja MTST, ABC, seja ZYH, que deixam o livre direito de se manifestar para queimar pneu, colocar em risco as pessoas, aí são atitudes criminosas que vão ser combatidas, assim como os crimes”, disse ao jornal Folha de São Paulo.

Moraes foi criticado por movimentos sociais por ter autorizado a entrada da Polícia Militar no Centro Paula Souza, na região central da capital paulista para cumprir reintegração de posse do local, ocupado por estudantes que protestavam por fornecimento de merenda.

O ministro também classificou como “atos de guerrilha” protestos realizados em São Paulo no início dessa semana contra o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

Moraes destacou que pretende focar seu trabalho no combate à criminalidade organizada, principalmente em relação ao contrabando de armas que entram no Brasil. Ele foi indicado ao cargo pelo governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB).

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta