Locais de cultos muçulmanos na França são alvo de atos criminosos

Locais de culto muçulmano foram alvo nas últimas horas de atos criminosos em três cidades da França. Os ataques não causaram vítimas disseram fontes judiciais um dia depois do ataque contra o semanário francês Charlie Hebdo, em que 12 pessoas foram assassinadas e 11 ficaram feridas.
Em Mans – Oeste do país –, foram lançadas três granadas e feito pelo menos um disparo contra uma mesquita em um bairro popular pouco depois da meia-noite.

Em Port-La-Nouvelle – Sul da França –, houve disparos contra uma sala de oração muçulmana durante a noite, cerca de uma hora depois do fim da oração, disse o procurador em Narbonne, David Charmatz.

“Obviamente é alguém que quis se vingar”, declarou Charmatz, após ser perguntado sobre uma possível ligação das ações com o atentado de ontem contra o jornal, em Paris.

Na madrugada de hoje (8), ocorreu uma explosão de origem criminosa na frente de um restaurante de kebab (especialidade árabe) perto de uma mesquita em Villefranche-sur-Saône, Centro-Leste da França.

O presidente da Câmara da cidade, Bernard Perrut, admitiu que o ato possa estar ligado à “situação dramática” criada pelo atentado do dia anterior, apelando “à coesão, unidade e respeito”.

Fonte: EBC

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta